segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Ordem DeMolay

A Ordem DeMolay é uma organização dedicada a preparar jovens homens a levarem um vida mais próspera, feliz e produtiva. Sob o aconselhamento de adultos; liderança hábil, cidadania consciente, responsabilidade e desenvolvimento do caráter são aprendidos através de uma variedade de caminhos, um mundo real de aplicações e atividades.

DeMolay constrói confiança; ensina a responsabilidade, cooperação e serviços comunitários; e fortalece a confiança, o respeito, o companheirismo, o patriotismo, a reverência e a compaixão.

DeMolay abre suas portas para jovens homens com idade entre 12 e 21 anos desenvolvendo a consciência cívica, responsabilidade pessoal e habilidades de liderança tão necessárias hoje à sociedade.

Site: http://www.demolaymg.org

Filhas de Jó

A Ordem Internacional das Filhas de Jó foi fundada em 1920 pela senhora Ethel T. Wead Mick, em Nebrasca, nos Estados Unidos.
O propósito da Ordem é reunir moças entre 10 a 20 anos com parentesco maçônico para um aperfeiçoamento do caráter através do desenvolvimento moral e espiritual. Seus ensinamentos destacam a reverência a DEUS e às Escrituras Sagradas, lealdade à Bandeira e ao País que ela representa e respeito aos pais e aos familiares. O trabalho ritualístico é baseado no triângulo, nas três filhas de Jó, no livro Sagrado, na educação, combinando emblemas e representações de antigas eras latinas e gregas. Suas alfaias são: cornucópia da fartura, incenso e a pomba.
O recinto de reunião é chamado de “BETHEL”, que significa “Lugar Sagrado”. As Oficiais e Coral usam vestes gregas similares às usadas pelas pessoas na época de Jó. O paramento oficial simboliza a tendência de seguir sempre em frente em direção aos mais altos ideais.
A história de Jó, como mostrada nas lições, símbolos e canções, servem de inspiração para todos aqueles que assistem reuniões de um Bethel, e a influência que uma organização como esta tem em uma comunidade é inestimável. O desenvolvimento da auto-estima, da autoconfiança e da oratória em público são comprovadamente benefícios para toda a vida.
As filhas de Jó possuem parentesco com Maçons e deles recebem sua herança. A Ordem Internacional das Filhas de Jó, baseia-se, no Livro de Jó em seu capítulo 42, versículo 15, que nos diz “Em toda a terra não houve mulheres tão justas como as filhas de Jó e seu pai lhes deu herança entre seus irmãos”.

Academia Mineira Maçônica de Letras

A Fraternidade Feminina é uma entidade assistencial e filantrópica, jurisdicionada à Grande Loja Maçônica de Minas Gerais.

A Fraternidade teve seu início em 1982, quando surgiu a idéia de congregar as esposas de maçons do interior, que eram convocados para reuniões plenárias, deixando suas esposas nos hotéis até o regresso dos mesmos. Em 16 de agosto de 1986 foi oficialmente constituída a Fraternidade, que com empenho e dedicação das “Damas da Fraternidade”, como eram denominadas, consolidou-se a Instituição.

Sua missão precípua é prestar assistência social e filantrópica às pessoas carentes, apoiando instituições que desenvolvem um trabalho em prol dos mais necessitados, realizando visitas, promovendo eventos beneficentes, campanhas e arrecadando doações advindas de pessoas de todos os seguimentos para gerar recursos, que são revertidos para a consecução das metas e ações propostas.

Hoje, a nossa Instituição conta com a participação das esposas de maçons, como também, das filhas, viúvas, companheiras, mães e convidadas. São desenvolvidos trabalhos voltados a atender a demanda das instituições carentes, muitas delas assistidas pelas Lojas Maçônicas da GLMMG, como é o caso da doação de fraldas, confeccionadas pelas integrantes da Fraternidade.

Dentro do que dispõe as normas estabelecidas em seu Estatuto, sempre pautadas pelos princípios que regem a Maçonaria Universal, elevando a instituição “família” em primeiro plano, a Fraternidade conta com a colaboração, o empenho e a doação daquelas que gentilmente se dispõe a essa brilhante tarefa.

Maçonaria

Definição:

É uma fraternidade Universal, de cunho iniciático, cujos membros congregam-se em locais denominados "Lojas Maçônicas", nas quais buscam, através do trabalho, o crescimento do homem,
para que ele possa ajudar a Humanidade a ser mais Feliz, construindo uma sociedade mais Justa e Igualitária.

Princípios:

A Maçonaria proclama, como sempre o fez, desde sua origem,
a existência de um princípio criador, sob a denominação de
GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO
Proclama a LIBERDADE de consciência como
sacratíssimo direito do homem.
Não impõe limite à investigação da Verdade
e é para garantir esta liberdade que exige de todos os
seus membros a maior tolerância.
Honra o trabalho em sua forma honesta e o tem por dever,
a que nenhuma pessoa válida pode fugir.
Proscreve qualquer discussão sectária,
dentro dos seus Templos ou fora deles,
em nome da Ordem.
Condena o despotismo e trabalha, incessantemente,
para unir a espécie humana pelos laços de
FRATERNIDADE.
Prega o culto à Pátria, exige respeito absoluto à família
e não admite a menor ofensa nem a uma nem a outra.
Todo pensamento maçônico deve ser criador.
Essa atitude mental engrandece o espírito e fortifica o coração.
Cada Maçom, parte viva dos Irmãos,
concorrerá para assimilar o ideal da Ordem e desenvolvê-lo
na capacidade de sua inteligência.
A Maçonaria é acessível aos homens de todas as classes,
crenças religiosas e convicções políticas,
com exceção aquelas que privem o homem da liberdade
de consciência e exijam submissão incondicional a seus chefes.
Em seus Templos aprende-se a amar e a respeitar tudo o que
a virtude e a sabedoria consagram.
Os ensinamentos maçônicos, induzem seus adeptos a
dedicarem-se à felicidade a seus semelhantes,
não porque a razão e a justiça lhe imponham esse dever,
mas porque o sentimento de solidariedade é qualidade inata,
que os faz filhos do Universo e amigos de todos os Homens.


Ser Maçom:

É ser amante da Virtude, da Sabedoria,
da Justiça e da Humanidade.
É ser amigo dos pobres e dos desgraçados,
dos que sofrem, dos que choram,
dos que tem fome e sede de justiça;
é propor como única forma de conduta
o bem de todos e o seus
progresso e engrandecimento.
É querer a harmonia das famílias,
a concórdia dos povos,
a paz do gênero humano.
É derramar por todas as partes os esplendores
divinos da instrução; a educar a inteligência para o bem,
conceber os mais belos ideais do Direito,
da moralidade e do amor;
e praticá-los.
É levar à prática o ensinamento que Cristo
nos legou guando estava em uma cruz
e com os braços abertos para o mundo:
"Amai-vos uns aos outros,
formai uma única família,
sede todos Irmãos".
É olvidar as ofensas que se nos fazem,
ser bom até mesmo para nossos
adversários e inimigos,
não odiar.
É amar a Luz e combater as trevas;
ser amigo da ciência e lutar contra a ignorância,
render culto à razão e à sabedoria.
É praticar a tolerância, exercer a Caridade,
sem distinção de raças, crenças ou opiniões,
lutar contra a hipocrisia e o fanatismo.
É realizar, enfim, o sonho áureo
da Fraternidade Universal
entre os Homens.


Histórico:

A Maçonaria é uma das Instituições mais antigas em atividade no mundo. A sua forma atual surgiu em 1717 na Inglaterra, suas origens institucionais são da Idade Média, entretanto, suas origens filosóficas vão além, pois a Maçonaria é guardiã dos princípios de ética e moralidade que desde o nascer da humanidade tem permitido a esta sua constante evolução.
No Brasil a Maçonaria torna-se uma instituição em 1822, na cidade do Rio de Janeiro e, hoje está presente em todo o território nacional.
A Maçonaria se preocupa com os problemas nacionais e internacionais, usando de sua influência e participação para minorar o sofrimentos dos povos, sem distinção de qualquer natureza. Ela é parte integrante da História pátria e universal, os Maçons sempre estiveram presentes nos grande eventos, defendendo a trilogia "LIBERDADE-IGUALDADE-FRATERNIDADE"
Na história universal destacamos a participação da Maçonaria na Independência dos EUA, na Revolução Francesa, na libertação das Colônias Hispano-americanas, na divulgação e luta pelos estados de natureza política republicana, com o adoção da divisão dos poderes em legislativo, judiciário e executivo.
No Brasil a Maçonaria tem tido relevante papel histórico, dentre os quais destacamos: A participação em vários movimentos de emancipação pátria, que antecederam a Independência; a Independência do Brasil de Portugal; o fim da escravatura; a Proclamação da Republica ( 90% do primeiro gabinete republicano era composto de Maçons , além da constante luta pelo aperfeiçoamento de nossas instituições e sociedade.
A Maçonaria tem ao longo de sua história dedicado-se ao aprimoramento do homem, buscando sempre a melhor forma de sua inserção no meio social, para tanto criou algumas organizações paralelas que visam atingir toda a Família.